Governo estuda facilitar uso de imóveis como garantia

No final de 2019 o governo anunciou que estuda maneiras de facilitar o uso de imóveis como garantia em empréstimos facilitando o a recuperação permitindo a redução do spread bancário.

Veja mais sobre tipo de garantias de crédito.

O plano é fomentar uso de garantias imobiliárias. De fato, conforme a ABECIP, atualmente o montante de crédito nesta modalidade é de R$ 10,6 bi, podendo chegar a R$ 500 bilhões.

Para isso, o governo pretende criar a Central de Garantias Imobiliárias.

O que é a Central de Garantias Imobiliárias?

A ideia é a Central de Garantias Imobiliárias seja uma empresa privada, criada pelo próprio mercado.

Esta central será responsável por sinalizar aos bancos qual o valor dos ativos que um determinado cliente poderia dar em contrapartida de um empréstimo.

Quais as vantagens da Central de Garantias Imobiliárias?

Permitir que um mesmo imóvel seja dado como garantia em mais de uma operação de crédito, já que atualmente isso não é permitido pela lei de alienação fiduciária.

De fato, a premissa é que o uso de imóveis como garantia é sub aproveitado pelo mercado.

Dessa forma, o proprietário poderá alienar um mesmo imóvel à Central de Garantias Imobiliárias. A partir daí, este valor poderá ser dado como garantia a mais de um credor, até o valor total do imóvel.

Quer saber mais sobre o curso?

Preencha o formulário abaixo e logo entraremos em contato.

  • Fique tranquilo! Seu e-mail está seguro conosco. Não fazemos spam!

Quer saber mais?

Preencha o formulário abaixo e logo entraremos em contato!

Assine nossa newsletter!

Fique por dentro! Receba conteúdo de exclusivo e de qualidade!
  • Seu e-mail está seguro conosco! Não enviamos spam.